Home > Acontece > Acontece no Mercado > Quais são as principais dificuldades dos jovens no mercado de trabalho

Quais são as principais dificuldades dos jovens no mercado de trabalho

Especialista lista maiores desafios e indica caminhos para vencer cada um

Como demonstrar competência sem ter experiência profissional? E como saber se uma vaga, entre tantas, é perfeita para você? Você sabe quais são seus pontos fortes no trabalho? Essas são algumas das principais dificuldades dos jovens no mercado de trabalho. Quem afirma é a especialista no assunto Luana de Paula, diretora de desenvolvimento de novos negócios no Grupo Cia de Talentos. Quer saber como lidar com tudo isso da melhor forma? Confira suas recomendações e…. coragem!

4 principais dificuldades dos jovens no mercado de trabalho

  • Apresentar suas competências comportamentais (mesmo sem ter experiência profissional);
  • Encontrar empresas que deem match com seu propósito (seleção por valores, já ouviu falar?);
  • Lidar com a ansiedade (infelizmente nem todas as respostas são imediatas);
  • Conhecer seus pontos fortes e fracos (quem é você, afinal?).

Como enfrentar esses desafios

Desenvolva seus skills antes de entrar no ambiente de trabalho

De acordo com Luana, as empresas entendem que um candidato que procura estágio ou primeiro emprego não tenha experiência profissional. Ainda assim, elas esperam que ele já tenha alguns skills que são muito bem-vindos no ambiente corporativo. “Elas querem conhecer seu repertório, saber se você participou de empresa júnior, se faz trabalho social”, afirma ela. Esse tipo de experiência desenvolve muitas das competências comportamentais mais valorizadas pelas empresas, como trabalho em equipe, comunicação, resiliência, capacidade de análise.

Pesquise tudo sobre as empresas em que quer trabalhar

Pesquise, pesquise, pesquise. Quando vir uma vaga interessante, entre no site da empresa, leia tudo o que puder sobre ela, seu segmento de atuação, sua participação de mercado. Conheça sua missão e seus valores. Muitas dessas informações estão disponíveis para todo mundo. A pesquisa é bastante simples. “É importante entender o que a empresa valoriza, se isso combina com você, se você vai se sentir feliz lá dentro”, explica a especialista.

Controle sua ansiedade porque nem toda resposta vem na hora que você quer

Luana observa que o jovem que entra no mercado de trabalho hoje tem uma necessidade de respostas rápidas, quase imediatas. “Ele quer saber se o que fez deu resultado, se está no caminho certo”, afirma. Acontece que, nas empresas, nem tudo funciona dessa forma. Alguns feedbacks levam tempo. Outros simplesmente não chegam. A dica é tentar manter uma conversa aberta com seu gestor direto para entender como está o seu desenvolvimento. Outra forma de controlar a ansiedade é traçar metas de curto e médio prazo com indicadores claros para você acompanhar sua evolução e descobrir que pontos precisam ser melhorados.

Faça um trabalho de autoconhecimento

Parece uma coisa chata, mas pode ser muito eficiente conhecer seus pontos fortes e seus pontos fracos para direcionar sua carreira e suas escolhas profissionais. “Dificilmente vejo jovens que sabem de verdade no que são bons e quais são seus potenciais”, diz ela. Isso é importante porque é sempre mais fácil (e produtivo) direcionar seu desenvolvimento com foco nas suas habilidades.

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.