Home > Acontece > Acontece no Mercado > Logística em 2015: vagas e promoções

Logística em 2015: vagas e promoções

Trabalhadores que conhecem diferentes modais serão os mais disputados

 por Fernanda Bottoni

O setor de logística em 2015 promete. É o que afirmam Luana Maluf, sócia da Asap Recruiters, empresa especializada em recrutamento para nível gerencial, e Kelly El Kadi, diretora de recursos humanos da DHL Express, uma das principais companhias de logísticas do País.

Segundo Luana, 2014 já havia sido um bom ano porque as empresas estavam se preparando para uma mudança nas operações em 2015, que deve um ano ainda melhor. “As empresas buscaram estruturar operações, contrataram gerentes de operações e de customer especialistas em um modal”, diz ela.

Agora, no entanto, devem estar em alta profissionais que conheçam os diferentes modais, isto é, tanto o marítimo, quando o terrestre e o aéreo, para que as empresas não fiquem dependentes apenas de uma das formas de transporte. “As empresas estão fortalecendo as áreas de logísticas porque querem alternativas para não serem prejudicadas pela deficiência que temos em infraestrutura”, explica. “O País não pode parar, as exportações não podem parar, principalmente no agronegócio”, afirma.

Impacto na demanda
Kelly, da DHL Express, concorda. “O mercado de logística vem crescendo a olhos vistos e isso impacta diretamente a demanda por profissionais cada vez mais preparados”, afirma. Ela conta que o ano passado foi forte para todas as subáreas de RH da DHL Express, com mudanças e processos expressivos em Recrutamento & Seleção, Remuneração & Benefícios, Treinamento e Gerenciamento de Talentos.

“O conceito de profissional qualificado vem tomando outra forma”, diz ela. “Já não basta ter formação na área e ser tecnicamente bom, é preciso apresentar comportamentos que venham ao encontro dos objetivos da organização. Os comportamentos mais considerados na promoção ou contratação, segundo ela, são aqueles voltados para “tornar os clientes mais bem sucedidos” e “conduzir para o alto desempenho”.

Para 2015, Kelly também espera ainda mais crescimento e mais mudança. “A perspectiva é de crescimento, o que deve gerar aumento de vagas, promoções e planos de sucessão ainda mais fortes.”

Cariocas ganham mais
Segundo o Guia Salarial Hays Insper 2014/2015, divulgado no fim do ano, há uma boa diferença entre os salários pagos aos profissionais de Logística em São Paulo e no Rio de Janeiro. Por exemplo, um gerente de operações logísticas, um dos cargos mais procurados em 2014, segundo Luana, da Asap, ganha entre R$ 15 mil e R$ 18 mil em empresas de grande porte de São Paulo. No Rio de Janeiro, a faixa fica bem acima disso e o mesmo cargo tem salário entre R$ 18 mil e R$ 25 mil.

A relação entre as cidades se repete nos salários do gerente de customer service. Ele ganha entre R$ 15 mil e R$ 20 mil na capital carioca e entre R$ 12 mil e R$ 15 mil na capital paulista. Na diretoria, também há diferenças. O diretor de operações logísticas, por exemplo, ganha entre R$ 25 mil e R$ 35 mil em São Paulo e entre R$ 30 mil e R$ 38 mil no Rio de Janeiro.

*Não deixe de conferir outros posts do nosso Especial de Cargos e Salários.