Home > Acontece > Acontece no Mercado > Employer Branding, o marketing mais sincero

Employer Branding, o marketing mais sincero

Conjunto de técnicas reforça a imagem de boa empregadora de uma empresa

por Laura Ammann*

Imagine uma gôndola de produtos em um supermercado: todos esses produtos têm em comum serem passados no pão. Assim, juntamente com vários tipos de margarinas, por exemplo, que são concorrentes diretos entre si, há também os “concorrentes indiretos”, como requeijões, geleias e manteigas. Agora imagine que o preço de todos esses itens seja bastante semelhante. Quais critérios você, consumidor, usaria para escolher um produto para levar para casa?

O Employer Branding, processo que dá força à marca empregadora (Employer Brand), funciona da mesma forma, inserido em um contexto de R&S. Há no mercado de trabalho diversas empresas disponíveis aos candidatos, que representam as oportunidades de emprego que eles têm. Nos últimos anos tem sido cada vez mais frequente os candidatos levarem em consideração fatores além do salário para escolher onde trabalhar. Cada vez mais as pessoas querem trabalhar em uma empresa que compartilhe dos seus mesmos valores, e benefícios como flexibilidade de horário, auxílios diferenciados ou modelo de gestão passam a contar às vezes mais do que salário.

Já houve épocas em que quem de fato tomava a decisão da contratação era a empresa, enquanto os candidatos se viam menos poderosos em relação à escolha. Mas com o reconhecimento do Employer Branding como uma importante ferramenta para o RH e o Marketing, essa escolha é cada vez mais feita por ambas as partes e o candidato se encontra com maior poder nas mãos. Para algumas pessoas e empresas, o vínculo empregatício é praticamente um casamento.

Pode-se dizer que o Employer Branding é o marketing mais sincero que existe. Diferentemente dos produtos no supermercado, se uma empresa “vende” ao candidato uma identidade diferente daquela que ela tem, as consequências para ambas as partes são grandes: candidato frustrado e alto índice de turnover. Se para o candidato é importante trabalhar na empresa certa para ele, para as empresas o processo de atração de candidatos está se focando no público certo para ela.

*da equipe de Employer Branding da VAGAS.com