Home > Acontece > Acontece no Mercado > CONARH 2013: Game makers e a gestão por inspiração

CONARH 2013: Game makers e a gestão por inspiração

Por Cristina Degani

Imagine que você vai contratar 70 mil pessoas que terão de realizar uma missão em particular: servir, com paixão e gentileza, os muitos milhares de clientes que participarão dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, sejam eles público espectador, atletas, técnicos, fornecedores, autoridades governamentais etc. O diferencial: a remuneração é zero. Isso mesmo: nadinha, zero cifrão. Sim, o maior contingente de colaboradores dos Jogos Olímpicos é composto pelos voluntários.

Gonzales: "pessoas certas em torno de um propósito comum”

Gonzales: “pessoas certas em torno de um propósito comum”

E como ativar a missão e valores de uma empresa de sucesso em voluntários? Este é o desafio dos comitês olímpicos a cada quatro anos e atualmente de Henrique Gonzalez, diretor de RH do Comitê Olímpico Rio 2016, engenheiro mecânico especialista em gestão de pessoas pela Fundação Dom Cabral. Ele foi um dos palestrantes do CONARH 2013, com o tema “Engajando pessoas através de um propósito: Rio 2016”, que aconteceu em 21 de agosto.

Durante 45 minutos, Gonzalez apresentou os pilares do Rio 2016, falou dos valores da organização, do plano de contratações e explicou o que é a gestão por inspiração:

“Temos que trazer as pessoas certas e mantê-las engajadas em um propósito comum.”

Em um dos slides, foi mostrado que o propósito é a união de todos os brasileiros construindo com orgulho, através do esporte, a promessa nacional de progresso.

“Serão 8 mil funcionários contratados, 70 mil voluntários e 65 mil fornecedores. Todos devem ser impactados com a missão e os valores da organização para desempenharem bem seu papel”, revelou Gonzalez. “São seis anos de trabalho que, na realidade, se resumirão em 17 dias de Jogos Olímpicos e 11 de Paraolímpicos.”

Game makers

Este foi o nome dado aos milhares de voluntários que efetivamente fizeram acontecer os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Londres 2012. Gonzalez contou que, na ocasião, eles se excederam em servir e assistir aos muitos públicos.

“São inúmeras as histórias que foram relatadas pela mídia e que eu pessoalmente presenciei de colaboração, energia e criatividade. Eles cantavam nas filas de metrô, durante os longos deslocamentos entre o transporte e os estádios; faziam de tudo para que as pessoas se sentissem bem, amparadas. Foi um grande exemplo.”

Prova disso foram as várias matérias na mídia que saíram sobre o tema (veja aqui a matéria do Independent, em inglês) e o vídeo Thank you Game Makers do canal oficial dos Jogos de Londres (assista aqui, em inglês)

Para ele, isso é possível porque todos receberam e interagiram com os mesmos valores e propósitos, porque vivem de fato tais valores. “A comunicação interna tem enorme importância na divulgação deste senso de engajamento”, explicou Gonzalez.

Recrutamento por valores

O diretor de RH do Comitê Olímpico Rio 2016, que teve atuação na gestão de RH Shell por quase 20 anos, também falou da importância do alinhamento entre os candidatos que querem trabalhar para o Rio 2016 e os valores da organização. Para o Comitê Olímpico, somente quando faz sentido o conjunto valores, objetivos pessoais e profissionais é que se obtém o nível máximo de engajamento e comprometimento.

“Temos de lembrar que é um emprego temporário, que tem o fim determinado. Mas é uma oportunidade única também de fazer parte desse time”, lembra ele.

Os valores do Rio 2016 são celebração, participação e realização. Celebração através do envolvimento, energia e espontaneidade; participação através do trabalho de equipe, hospitalidade, colaboração, inclusão social e diversidade; e realização através de criatividade, transformação, progresso, legado e inovação, orientados pelos valores Olímpicos de excelência, respeito e amizade, e pelos valores Paralímpicos de coragem, determinação, inspiração e igualdade.

Saiba qual é o perfil desejado aos colaboradores Rio 2016:

  • Flexibilidade e adaptabilidade
  • Compromisso com entrega de excelência
  • Colaboração proativa, dinâmica e integrada
  • Paixão e energia contagiante
  • Respeito às diferenças
  • Gostar de servir
  • Inglês fluente