Home > Acontece > Acontece na VAGAS > Conviver com a diferença – tema do Fórum VAGAS

Conviver com a diferença – tema do Fórum VAGAS

por Fabiola Lago
fotos por Andrea Amaral

Diversidade, preconceito, convivência entre gerações, inclusão social foram os principais temas abordados na 4ª Edição do Fórum VAGAS no dia 8 de abril, na AMCHAM. O evento, que reuniu mais de 200 profissionais de RH, que participaram ativamente das seis palestras durante todo o dia. Também foram entregues os prêmios do VAGAS 10+ para as empresas que melhor se relacionaram com os candidatos em 2013.

“Foi um encontro de temas da maior relevância para a gestão de pessoas. Todas as abordagens estavam relacionadas, criando um rico painel de reflexões para os profissionais de Recrutamento & Seleção”, avaliou Mario Kaphan, fundador da VAGAS.

Pela manhã, o evento abriu com a apresentação de três cases de empresas que implementaram políticas de diversidade junto aos seus colaboradores. Bruno Pitzer, da GE, falou como uma empresa pode ser muito mais produtiva quando seus funcionários se sentem respeitados pela sua etnia, orientação sexual ou idade.

Silvia Tyrolla, da Accenture, destacou que levar a informação sobre a diferença é a principal arma para conquistar o respeito e promover a inclusão social. Karina Chaves, do Carrefour, falou sobre a importância da diversidade para quem trabalha em grandes redes do varejo, já que seus clientes também são diversos.

IMG_9571

Contratar por competência  técnica ou pelos valores? Esse foi o “dilema” apresentado pela headhunter Manoela Costa, da Page Talent. A executiva mostrou a importância das empresas saberem claramente quais são seus próprios valores e o perfil do profissional desejado para efetuar as melhores contratações. “Não existe uma fórmula, a empresa terá que escolher se para determinados cargos os valores serão mais importantes ou o expertise técnico do profissional”, explanou.

A convivência entre quatro gerações distintas dentro do ambiente corporativo foi o tema levado por Danilca Galdini, da Next People, que apresentou uma pesquisa sobre a “Empresa dos sonhos” dos jovens. Falou sobre os desejos e as frustrações dessa geração, mas também sobre a postura dos profissionais mais maduros diante dessa diferença.

Provocação e reflexão
Miguel Caldas, prof. Dr. Da FGV e em seus últimos meses como Diretor de RH na H da LDC-SEV at Louis Dreyfus Commodities, fez uma palestra extremamente provocativa, convidando a plateia a refletir sobre o RH idealizado no início de carreira e os duros desafios que na verdade são encontrados dentro das empresas.

Também trouxe uma pesquisa realizada junto a estudantes de Administração e Psicologia, onde somente 2% desse universo pretende trabalhar com RH. Falou do RH idealizado e da diferença no dia-a-dia dentro das empresas, onde a realidade é permeada por legislações, velocidade e resultados. A inclusão de PCDs foi abordada por Carolina Ignarra, que de forma muito didática, mostrou a importância de se contratar PCDs por uma questão de inclusão social e não somente para cumprimento da Lei de Cotas.

Monja Coen encerrou o evento com uma profunda reflexão sobre a convivência entre os diferentes. Citou passagens de sua vida como religiosa quando foi ao encontro de comunidades discriminadas no Japão e da busca do conhecimento pelo outro como forma de compreender a diferença e combater o preconceito. “É preciso recuperar o espaço da semelhança para entender a diferença”, destacou. No final, os presentes participaram de um coquetel de encerramento.

monja