Home > Acontece > Acontece na VAGAS > CONARH 2015: o papel do RH em tempos de crise

CONARH 2015: o papel do RH em tempos de crise

Denise e Patrícia, da VAGAS.com, compartilham reflexões sobre o RH

por Alan Barros

Nesta terça-feira, 18 de agosto, Denise Bojikian e Patrícia Sampaio, ambas integrantes da equipe de RH da VAGAS.com, subiram ao palco do auditório A do Transamerica Expo Center. No segundo dia de atividades do CONARH, a ideia da presença da VAGAS.com em meio às empresas palestrantes, foi compartilhar com o público presente algumas reflexões quanto ao papel do próprio RH em tempos de crise.

Este tema foi debatido durante a 5ª edição do Fórum VAGAS, evento promovido pela VAGAS.com, em maio deste ano. Na ocasião, em um formato inovador, Eugenio Mussak conduziu um workshop com profissionais de RH, a fim de levantar questões relevantes para a atuação do RH em meio à atual situação do país. A proposta para a palestra no CONARH (maior congresso de gestão de pessoas da América Latina) foi analisar com maior profundidade os pontos levantados, e ampliar a discussão para novos profissionais.

Denise iniciou com uma breve contextualização da missão da VAGAS.com: oferecer soluções tecnológicas para que as empresas encontrem e selecionem as pessoas certas. O que se seguiu foi a síntese das oito horas de análises, debates e histórias dedicadas em maio, ao tema dessa palestra. Foram retomados, então, resultados da Pesquisa McKinsey, citada no Fórum VAGAS. O estudo questionou líderes mundiais e da América Latina se a economia iria piora em 2015. 30% dos líderes mundiais responderam que sim. E 50% dos líderes da América Latina, também responderam positivamente. Perguntados se as vendas cairiam com a possível queda na economia, 10% dos líderes mundiais e 15% dos líderes da América Latina afirmaram que sim.

Quanto à questão “Vamos demitir?”, houve um “empate”. Apenas 20% dos abordados, tanto entre líderes mundiais, quanto entre os da América Latina, afirmaram que essa era uma possibilidade. Essa aparente incoerência aponta, inclusive, o fato da crise ser sentida de forma diferente nos vários setores da economia. Denise citou a recente capa da revista “Você S/A”, que remete à matéria na qual se identifica as áreas que “não tomam conhecimento da crise” e continuam contratando. O estudo que baseou a matéria foi realizado pela VAGAS.com.

Patrícia começou sua participação apontando que, em momentos de instabilidade econômica, o RH passa a ficar em evidência. “Escolhemos ficar com a possibilidade da crise como oportunidade”, definiu ela. E citou Eugenio Mussak: “A crise só será superada com pessoas e pelas pessoas”. Para a representante da VAGAS.com, partindo daí, o RH se torna o representante maior desse movimento, já que, além dos aspectos econômicos e políticos da crise, o questionamento sobre o papel do RH também se mostra como um ponto a ser observado.

Um estudo da Harvard Business Review, revelou o ponto de vista de críticos: “os executivos de RH gastam mais tempo nas atividades administrativas do que exercitando o pensamento estratégico”. Na visão de Patrícia, alguns movimentos podem acontecer para que isso se modifique:

  • Os executivos reconhecerem a importância do RH, trazendo-o para “ a mesa de decisão”. O formato perfeito seria um “triunvirato”: executivo chefe, executivo financeiro e executivo de RH, decidindo juntos. Nessa leitura, o papel do executivo de RH, passa a ser tão importante quanto os outros;
  • Não menosprezar o esforço do dia a dia. Como o recrutamento, por exemplo;
  • Não terceirizar as responsabilidades com as relações trabalhistas.

Ponte para o futuro. Esse foi o ponto escolhido para fechar as reflexões. Foi exibido em vídeo, um recorte da palestra de Marcos Troyjo, em maio: “Se existe um elemento dominante, que vai funcionar como bússola para governos e empresas, é o talento. Os advogados terão que fazer cálculos, RH´s terão que saber escrever e assim por diante. Enfim, será um mundo mais simbiótico, povoado por pessoas metacompetentes, que aprendem por toda a vida.”

Segundo Patrícia, para o RH, a forma de se enfrentar essa realidade se resume nos seguintes temas-chave: aprendizado, liderança, engajamento, gestão compartilhada, olhar para fora do ambiente e criatividade. Para exemplificar esse último tópico, a apresentação foi finalizada com a participação especial de outro integrante da VAGAS.com, que interagiu com Patrícia e membros da plateia, sintetizando o tema da palestra com incríveis truques de ilusionismo, fortemente ligados aos valores do RH.

Confira como foi a segunda palestra da VAGAS.com junto com o Magazine Luíza no CONARH 2015.