Home > Carreira > Evolução profissional > O que são soft skills e por que valem tanto?

O que são soft skills e por que valem tanto?

Empresas buscam profissionais pelas suas competências comportamentais

Soft skills são competências comportamentais, ou seja, atributos pessoais que você precisa ter para ser bem-sucedido no local de trabalho. Em geral as soft skills estão relacionadas à sua capacidade de interagir com outras pessoas no local de trabalho. Elas também incluem a capacidade que você tem de trabalhar sob pressão e se adaptar a novas (e complexas) situações. 

Qual a diferença entre hard skills e soft skills?

Ao contrário das soft skills as hard skills são as competências técnicas. Graduação em Administração, inglês avançado, conhecimento de Pacote Office, domínio de mídias sociais são alguns exemplos de hard skills. Esse tipo de competência é mais simples de avaliar com um teste, por exemplo. 

No entanto, muitos empregadores consideram que é mais difícil treinar uma pessoa em uma competência comportamental do que em uma competência técnica. Por isso, muitas vezes os processos seletivos acabam dando preferência a candidatos que tenham boa capacidade de se relacionar com outras pessoas em detrimento daqueles que têm um nível mais alto de inglês. A regra também vale na hora de considerar um ou outro profissional para uma promoção de cargo.   

Como desenvolver soft skills?

Como as soft skills não são técnicas, elas dificilmente serão aprendidas apenas em sala de aula. Para desenvolvê-las, você precisa primeiramente se conhecer bem, saber quais são seus pontos fortes e também os pontos que precisa desenvolver para evoluir na carreira. Confira a seguir os principais passos para desenvolver competências comportamentais. 

Busque autoconhecimento

Busque autoconhecimento para identificar quais soft skills você tem e quais precisa desenvolver. Você se relaciona bem com as pessoas no trabalho? Sabe como colocar suas ideias nas reuniões? As pessoas ouvem quando você fala? Se tiver dificuldade para identificar esses pontos fortes e fracos, peça ajuda de pessoas que trabalham com você. Elas podem ajudar a identificar o que você faz bem e o que ainda precisa melhorar. 

Faça pequenas imersões

Saia da sua zona de conforto. Você precisa trabalhar melhor em equipe? Participe de projetos em que você será desafiado a fazer isso. É como fazer uma imersão em um idioma. Quanto mais você treinar, melhor.

Participe dos treinamentos da empresa

Participe de treinamentos. Se a sua empresa oferecer treinamento em alguma competência que você precisa desenvolver, ela está sinalizando que essa competência é importante para ela. Ou seja, participe sempre que possível. Muitas investem em treinamentos que simulam jogos. São divertidos e eficientes. 

Identifique referências

No seu trabalho – ou mesmo fora dele – procure pessoas que sejam muito boas nas competências que você quer desenvolver. Um líder incrível, alguém que se dá bem com todo mundo, aquela pessoa que tem sempre algo positivo (e sensato) para falar mesmo nos momentos mais complicados. Observe como elas fazem e aprenda com o comportamento delas. 

Peça feedback

Sempre que estiver se esforçando para melhorar uma competência comportamental, peça feedback para aquelas pessoas que ajudaram a identificar seus pontos fortes e fracos. Pergunte se elas notaram alguma evolução e se podem indicar mais pontos que você possa desenvolver.  

Exemplos de soft skills mais demandadas nas empresas

Confira a seguir algumas das soft skills mais buscadas e valorizadas pelos empregadores. E lembre-se de que desenvolver essas competências e incluí-las no currículo e na carta de apresentação, além de enfatizá-las durante a entrevista, pode aumentar suas chances de ser contratado.

1. Comunicação

A capacidade de se comunicar, como dissemos, é importante em quase todo tipo de emprego. Ela é extremamente útil para falar com clientes, colegas, chefes ou fornecedores, seja pessoalmente, por telefone ou email.

A boa comunicação engloba tanto a capacidade de se expressar quanto a de ouvir o que as pessoas dizem. Os empregadores querem funcionários que possam não apenas comunicar suas próprias idéias, mas também saibam ouvir os outros com empatia.

Em trabalhos de atendimento ao cliente, por exemplo, ouvir é uma habilidade particularmente importante.

2. Pensamento crítico

Não importa qual seja o emprego, as empresas querem candidatos que possam analisar uma situação e tomar a melhor decisão. Quer você esteja trabalhando com dados, ensinando alunos ou consertando um sistema de aquecimento doméstico, você precisa entender os problemas, pensar criticamente e encontrar soluções.

3. Liderança

Embora nem todas as vagas sejam de liderança, a maioria das empresas quer saber se você já tem a capacidade de gerenciar situações e pessoas. Essa competência é ainda mais indispensável quando você está de olho em um cargo com potencial de promoção. Naturalmente, o empregador vai querer saber se você tem o que é preciso para se tornar um líder no futuro. A capacidade de liderança inclui a capacidade de resolver problemas e conflitos entre pessoas e tomar decisões executivas.

4. Atitude positiva

Os empregadores estão sempre procurando alguém que leve uma atitude positiva para o escritório. Isso significa que eles buscam funcionários que sejam amigáveis uns com os outros, ávidos por trabalhar e, geralmente, pessoas agradáveis de se ter por perto.

5. Trabalho em equipe

As empresas também procuram candidatos que possam trabalhar bem em equipe. Quer você esteja fazendo muitos projetos colaborativos ou simplesmente participando de algumas reuniões de departamento, você precisa ser capaz de trabalhar efetivamente com as pessoas ao seu redor.

Algumas competências relacionadas ao trabalho em equipe incluem a capacidade de negociar com os outros e reconhecer e apreciar a diversidade em uma equipe. Outra competência relacionada é a capacidade de aceitar e dar feedback.

6. Ética de trabalho

Os empregadores também querem candidatos que trabalhem com ética. Eles entendem que pessoas com essa característica costumam concluir tarefas no prazo, manter o foco e a organização. Além disso, conseguem tanto trabalhar de forma independente quanto seguindo instruções.

Ensinar ética de trabalho é tarefa bastante complicada, por isso as empresas costumam dar preferência para quem consegue demonstrar essa competência durante o processo seletivo.

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.