Home > Carreira > Evolução profissional > 6 passos para melhorar o trabalho em equipe

6 passos para melhorar o trabalho em equipe

Algumas estratégias ajudam a aumentar produtividade e parar de perder tempo

Melhorar o trabalho em equipe é uma necessidade para a grande maioria dos profissionais.

Para os introvertidos, trabalhar em equipe pode ser desconfortável e desafiador. Como explica o coach Silvio Celestino, da Alliance Coaching, são os tímidos que se sentem menos à vontade para expor ideias em um grupo, mesmo que tenham conhecimento aprofundado sobre algum tema.

Para os extrovertidos, no entanto, esse também pode ser um enorme desafio. Em grupo, quem gosta de conversar tende a ter ainda mais vontade de interagir com todos ao mesmo tempo. Ou seja, não é fácil manter o foco e se controlar nessa hora.

A seguir, confira algumas dicas para fazer seu trabalho em equipe funcionar, seja qual for o seu perfil comportamental.

Como fazer o trabalho em equipe dar certo?

Por vezes manter o trabalho em equipe funcionando pode ser desafiador. As pessoas têm perfis diferentes, comportamentos diferentes, mas precisam conviver e trabalhar em conjunto pelos resultados da empresa. Veja algumas dicas que podem ajudar você e seus colegas no dia a dia:

1. Identifique seu perfil

A primeira recomendação, para todo e qualquer profissional, é investir em identificar qual seu perfil comportamental preponderante e entender em que situações você costuma se sair melhor ou pior. “Apenas sabendo quais são os seus gaps é que você pode trabalhar para melhorá-los”, diz Silvio.

Observe, por exemplo, se você costuma falar mais do que o necessário nessas horas, fazendo com que a reunião se prolongue e acabe menos centrada no que realmente importa.

Observe também se, por outro lado, você se sente mais incomodado quando precisa falar para muitas pessoas ao mesmo tempo e se acaba deixando de passar informações importantes por se sentir constrangido ou inseguro nessa situação.

2. Respeite o perfil do colega

A segunda dica é essencial, embora possa parecer óbvia. Introvertidos e extrovertidos precisam se respeitar. “Normalmente, quando os dois perfis têm que trabalhar em equipe, um reclama do outro, mas nenhum dos dois se esforça para fazer a coisa funcionar”, diz Silvio.

Você já deve ter observado uma cena bem comum em reuniões de empresas de todos os tipos. Os extrovertidos não param de falar e interagir entre si, seja qual for o assunto, enquanto os tímidos ficam calados, apenas olhando e torcendo para aquilo acabar logo. Não é uma situação produtiva para ninguém.

3. Não seja prolixo

Especialmente para os mais extrovertidos, a recomendação é tentar ser menos prolixo no discurso e mais profundo na argumentação. “Essas pessoas gostam tanto de sociabilizar que muitas vezes acabam perdendo o foco e, claro, a produtividade.”

Se for o seu caso, tente fazer uma auto-observação para mudar esse comportamento. Um profissional prolixo normalmente toma mais tempo do que era necessário para falar e acaba perdendo a atenção dos outros participantes.

4. Tenha um planejamento

Uma boa estratégia para os extrovertidos que trabalharem em grupo, especialmente quando são eles que devem conduzir o trabalho, é estruturar o que deve ser feito e qual o prazo para cada atividade. Isso ajuda a manter o papo nos trilhos.

5. Estruture o que vai falar

Para os introvertidos, a dica é estruturar as falas com antecedência. “Pense quais informações você tem que passar, qual o propósito do trabalho, de que forma você pode ajudar”, explica Silvio.

Com tudo isso organizado mentalmente, o risco de você ficar só observando – quando poderia estar contribuindo – é menor. Isso porque, como suas ideias já estarão estruturadas, sua comunicação poderá fluir mais facilmente e você se sentirá mais seguro para expor suas ideias.

6. Prepare-se para reuniões remotas

Em tempos de distanciamento social, as reuniões remotas se tornaram padrão e há quem aposte que essa prática não deverá retroceder, mesmo quando as rotinas voltarem à normalidade de escritório.

É bem provável, aliás, que as tecnologias que se mostrarem eficientes sejam adotadas em escala muito maior. Portanto, você precisa estar preparado para fazer o trabalho em equipe render mesmo à distância.

O primeiro ponto para fazer uma reunião remota produtiva é preparar a infra-estrutura, ou seja, sua conexão à internet e a ferramenta que você vai usar para a videochamada.

Escolher um local adequado também é essencial para que você tenha a tranquilidade necessária para ser produtivo nesse momento. Lugares muito movimentados e barulhentos não são boas opções – nem para quando o distanciamento acabar.

Também vale a pena definir todos os tópicos com antecedência porque a reunião remota costuma ser mais rápida e objetiva que a versão presencial. No formato a distância, não há muito espaço para improviso. 😉

Saiba também como desenvolver liderança no trabalho.

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.