Home > Busca de emprego > Candidaturas > Quer conquistar uma vaga? Siga estes passos

Quer conquistar uma vaga? Siga estes passos

Confira dicas de especialista para sair da inércia agora e recomeçar a trabalhar

O mercado de trabalho não está fácil, mas isso não significa que você deva desistir de conquistar uma vaga de emprego. É fato que estamos passando por mais uma crise, mas ainda assim você pode seguir alguns passos para mudar sua situação profissional. Confira a seguir as dicas de Daniele Riera, diretora de Recrutamento da Stato, para começar sua busca agora mesmo e seguir tentando até encontrar o emprego certo para você.

Como conquistar uma vaga de emprego?

Para conquistar uma vaga neste momento você vai precisar de disciplina, flexibilidade e humildade. É possível que você não consiga manter o salário que tinha antes da pandemia. Também pode acontecer de você ter de aceitar um cargo abaixo do que costumava ocupar. Se isso acontecer, você não deve se sentir rebaixado. É preciso considerar as mudanças que ocorrem neste período – para todos, não apenas para você. Também é importante continuar aprendendo, manter contato com outros profissionais e, claro, deixar o currículo atualizado e muito bem escrito. Vamos lá? 

1. Tenha disciplina

Não espere tudo isso passar e a economia melhorar para procurar um novo emprego. “Se você já está em transição de carreira, o momento para iniciar a busca é agora, não há por que esperar”, diz Daniele. O mesmo vale para quem está desempregado há muito tempo. Pode não ser fácil encontrar recolocação agora, mas é preciso tentar. 

2. Considere mudanças 

Vale a pena analisar todas as propostas que vierem, considerando inclusive a possibilidade de mudar de cidade, de segmento, de nível salarial e de pacote de benefícios. Às vezes precisamos abrir mão de algumas coisas para seguir em frente, principalmente quando as oportunidades estão mais escassas e muitas empresas enfrentam problemas financeiros. 

3. Seja flexível

Tenha flexibilidade também para avaliar oportunidades em empresas de diversos portes, independentemente da nacionalidade, se são familiares ou ainda startups. Quanto mais você ampliar seus horizontes mais chances terá de encontrar um emprego neste cenário.  

4. Tenha humildade

Neste momento, é possível que você esteja disputando a vaga com concorrentes menos experientes e qualificados, mas isso não é motivo para ser arrogante. Quando a economia não está aquecida, muita gente precisa aceitar cargos mais baixos e salários menores para se recolocar. Se for o seu caso, tente encarar a situação sem se sentir rebaixado. O mercado está em crise e o problema definitivamente não é com você. #VaiPassar. 

5. Invista na sua formação

Se agora você tem tempo, vale a pena continuar investindo em sua formação profissional. Se você já tem graduação, por exemplo, vá em busca de cursos complementares, de uma pós graduação.  Vale a pena também conferir as muitas opções de cursos online gratuitos que estão à disposição. Avalie qual pode dar um upgrade no currículo e aproveite a oportunidade.

6. Busque autoconhecimento

Vale a pena também buscar autoconhecimento. Avalie o que você sabe fazer bem e o que precisa melhorar. Peça ajuda para pessoas que já trabalharam com você. Se achar interessante, tente fazer terapia. “Alguns profissionais repetem os mesmos erros comportamentais que fizeram com que eles fossem demitidos ou preteridos em outras oportunidades”, diz a especialista.

Neste momento, inclusive, há ONGs oferecendo apoio psicológico gratuito e online para desempregados. A Cruzando Histórias é uma delas, saiba mais aqui

7. Mantenha o currículo atualizado

Outro ponto essencial é cuidar do seu currículo e manter as informações sempre atualizadas e bem organizadas. Invista um tempo para fazer isso, preencha todos os campos das melhor forma, com as palavras certas, e, no final, confira se o seu currículo está bem escrito. Um currículo atualizado e bem preenchido pode ajudar a passar pela fase inicial de triagem do processo de seleção. 

8. Ative o networking

Mantenha seu networking ativo sempre – isso quer dizer nos momentos de transição de carreira e também nos momentos em que você está muito bem empregado. É importante conversar com as pessoas, ter interesse verdadeiro em saber como elas estão. Manter vínculos sinceros faz com que você seja lembrado.  

9. Acompanhe o mercado

Fique atento e acompanhe o mercado de trabalho para se antecipar na busca pelas oportunidades. Mesmo com a crise, algumas empresas continuam contratando. Itaú, PepsiCo são algumas delas.  Leia notícias, acompanhe os setores que continuam aquecidos, as competências que as empresas mais valorizam e tente se adaptar da melhor forma possível.

10.

O mercado de trabalho não está fácil, mas isso não significa que você deva desistir de conquistar uma vaga de emprego. É fato que estamos passando por mais uma crise, mas ainda assim você pode seguir alguns passos para mudar sua situação profissional. Confira a seguir as dicas de Daniele Riera, diretora de Recrutamento da Stato, para começar sua busca agora mesmo e seguir tentando até encontrar o emprego certo para você.

Como conquistar uma vaga de emprego?

Para conquistar uma vaga neste momento você vai precisar de disciplina, flexibilidade e humildade. É possível que você não consiga manter o salário que tinha antes da pandemia. Também pode acontecer de você ter de aceitar um cargo abaixo do que costumava ocupar. Se isso acontecer, você não deve se sentir rebaixado. É preciso considerar as mudanças que ocorrem neste período – para todos, não apenas para você. Também é importante continuar aprendendo, manter contato com outros profissionais e, claro, deixar o currículo atualizado e muito bem escrito. Vamos lá? 

1. Tenha disciplina

Não espere tudo isso passar e a economia melhorar para procurar um novo emprego. “Se você já está em transição de carreira, o momento para iniciar a busca é agora, não há por que esperar”, diz Daniele. O mesmo vale para quem está desempregado há muito tempo. Pode não ser fácil encontrar recolocação agora, mas é preciso tentar. 

2. Considere mudanças 

Vale a pena analisar todas as propostas que vierem, considerando inclusive a possibilidade de mudar de cidade, de segmento, de nível salarial e de pacote de benefícios. Às vezes precisamos abrir mão de algumas coisas para seguir em frente, principalmente quando as oportunidades estão mais escassas e muitas empresas enfrentam problemas financeiros. 

3. Seja flexível

Tenha flexibilidade também para avaliar oportunidades em empresas de diversos portes, independentemente da nacionalidade, se são familiares ou ainda startups. Quanto mais você ampliar seus horizontes mais chances terá de encontrar um emprego neste cenário.  

4. Tenha humildade

Neste momento, é possível que você esteja disputando a vaga com concorrentes menos experientes e qualificados, mas isso não é motivo para ser arrogante. Quando a economia não está aquecida, muita gente precisa aceitar cargos mais baixos e salários menores para se recolocar. Se for o seu caso, tente encarar a situação sem se sentir rebaixado. O mercado está em crise e o problema definitivamente não é com você. #VaiPassar. 

5. Invista na sua formação

Se agora você tem tempo, vale a pena continuar investindo em sua formação profissional. Se você já tem graduação, por exemplo, vá em busca de cursos complementares, de uma pós graduação.  Vale a pena também conferir as muitas opções de cursos online gratuitos que estão à disposição. Avalie qual pode dar um upgrade no currículo e aproveite a oportunidade.

6. Busque autoconhecimento

Vale a pena também buscar autoconhecimento. Avalie o que você sabe fazer bem e o que precisa melhorar. Peça ajuda para pessoas que já trabalharam com você. Se achar interessante, tente fazer terapia. “Alguns profissionais repetem os mesmos erros comportamentais que fizeram com que eles fossem demitidos ou preteridos em outras oportunidades”, diz a especialista.

Neste momento, inclusive, há ONGs oferecendo apoio psicológico gratuito e online para desempregados. A Cruzando Histórias é uma delas, saiba mais aqui

7. Mantenha o currículo atualizado

Outro ponto essencial é cuidar do seu currículo e manter as informações sempre atualizadas e bem organizadas. Invista um tempo para fazer isso, preencha todos os campos das melhor forma, com as palavras certas, e, no final, confira se o seu currículo está bem escrito. Um currículo atualizado e bem preenchido pode ajudar a passar pela fase inicial de triagem do processo de seleção. 

8. Ative o networking

Mantenha seu networking ativo sempre – isso quer dizer nos momentos de transição de carreira e também nos momentos em que você está muito bem empregado. É importante conversar com as pessoas, ter interesse verdadeiro em saber como elas estão. Manter vínculos sinceros faz com que você seja lembrado.  

9. Acompanhe o mercado

Fique atento e acompanhe o mercado de trabalho para se antecipar na busca pelas oportunidades. Mesmo com a crise, algumas empresas continuam contratando. Itaú, PepsiCo são algumas delas.  Leia notícias, acompanhe os setores que continuam aquecidos, as competências que as empresas mais valorizam e tente se adaptar da melhor forma possível.

10. Não desista

Mesmo que seja difícil, não desista da sua busca de emprego. Crie uma rotina para ela e dedique algumas horas por dia para essa atividade. Ainda que não seja fácil, você pode, sim, conseguir recolocação profissional durante a pandemia. Mas preste atenção: para que sua busca tenha sucesso, você não pode parar de tentar. Ok? 🙂

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui. desista