RH de alto impacto e o longo caminho do RH no Brasil para se tornar um

Apenas 8% dos profissionais de recursos humanos afirmam que a área está totalmente preparada para uso de novas tecnologias e um RH de alto impacto.

 

Empresas que buscam liderança de mercado cada vez mais esperam que o RH apoie seus objetivos de negócios.

Nesse novo papel, o RH deixa de ser um fornecedor de serviços tradicional e passa a se responsabilizar pela experiência do funcionário e também pelo aumento da sua produtividade e do seu engajamento.

Também passa a ser sua responsabilidade fornecer dados para apoiar a decisão de negócios, além de buscar os melhores talentos do mercado, conhecer as necessidades de seus colaboradores, identificar as melhores performances e encontrar a forma de comunicação mais eficiente com cada segmento.

Tudo isso exige que o RH seja protagonista na ação de novas tecnologias para se transformar no que vem sendo chamado mundialmente de RH de alto impacto, aquele que é capaz de ajudar a empresa a empreender mudanças rápidas para se adaptar ao mercado, criar novos produtos ou serviços com agilidade, operar com mais eficiência de custos e obter vantagens sobre a concorrência.

 

Desafios para estabelecer um RH de alto impacto no Brasil

No Brasil, está claro que o caminho para essa transformação ainda é longo. Embora 43% dos RH afirmem que o uso da tecnologia esteja aumentando na área, apenas 8% acreditam que estejam totalmente preparados para usar novas tecnologias e somente 34% enxergam o RH como protagonista na adoção dessas novas tecnologias nas empresas.

Essas são algumas das conclusões na pesquisa quantitativa “Quais são os impactos dos novos caminhos do RH?”, realizada pela VAGAS.com para entender em que etapa estamos de fato e o que empresas pioneiras vêm fazendo nessa área.

Os resultados completos deste levantamento complementados por análises e dados de mercado você pode conferir no e-book RH de alto impacto: uma longa caminhada.

No documento, você encontrará também capítulos sobre:

  • O que é o RH de alto impacto
  • Inteligência artificial
  • Novas tecnologias, novos cargos
  • Antiga (mas atual) escassez de talentos
  • Propósito pode ser lucrativo
  • Quem é e como reter o seu talento
  • Experiência dos funcionários

Esperamos que a leitura seja um bom começo colocar o RH da sua empresa na rota da transformação.

Boa leitura!

 

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"