Home > Oráculo > Filme retrata jornada de neurologista

Filme retrata jornada de neurologista

Longa é baseado na história de Malcom Sayer, um médico pesquisador no Bronx

por Josafá Crisóstomo

Tempo de despertar é um filme que nos traz, de antemão, o imenso prazer de assistir a dois ícones do cinema atuando lado a lado: Rob Williams e Robert De Niro. Não bastasse a fruição de atuações memoráveis, o filme ainda convoca o especial poder que obras baseadas em fatos reais costumam exercer sobre nós, sobretudo quando o extraordinário se revela possível.

Tendo como base o livro do neurologista Oliver Sacks, vemos na tela a história do doutor Malcom Sayer, um médico pesquisador que busca emprego como clínico geral, em 1969, no Bronx, e começa a trabalhar em um setor hospitalar que abriga pacientes com uma disfunção neurológica irreversível. Mais tarde, o médico descobre que cada um destes pacientes tinha sido vítima de um surto da doença do sono que ocorrera em 1916. Desde então, todos viviam como estátuas vivas, em permanente estado catatônico.

Ao ver a atitude do médico, assim que passa a ter  contato com aquela triste realidade da clínica, descobrimos a importância da formação na vida de um profissional, bem como daquilo que chamamos vocação. Afinal, ninguém pode conhecer o que não estuda, nem reter qualidades que não adquiriu.
 
Emoções dos pacientes
Ao notar que sobrara aos pacientes um mínimo gesto de reflexo – eles conseguem deixar a posição de estátua e agarrar um objeto que seja lançado em sua direção – o doutor passa a movimentar toda a equipe de enfermeiros do hospital, promovendo atividades que despertem as emoções dos pacientes, como ouvir música e até jogar cartas. 
 
Ele também convence seus superiores que o autorizem a medicar um paciente, Leonard Lowe (Robert De Niro), com uma droga experimental que começava a ser utilizada em pacientes com Parkinson. Todo o contexto de dor silenciosa, sofrimento e silêncio, até então uma constante na ala do hospital, altera-se completamente e ocorre a alegria do despertar sugerido pelo título do filme. Toda uma vida (mais de 30 anos!) que houvera sido eclipsada é, então, trazida à tona.
 
O filme se desenvolve nos revelando outras surpresas que deixaremos aqui em aberto. O que vale ressaltar neste momento é que por meio dele se resgata uma felicidade que os profissionais da medicina experimentam sempre que são motivados por aquilo que transcende o sistema burocrático e rotineiro da profissão. As grandes descobertas em qualquer área, e principalmente na medicina, ocorrem quando os pesquisadores estão interessados na vida humana. Na verdade, quando o médico se permite reconhecer que adquiriu uma qualidade chamada bondade, a qual o doutor Sayer possui em alto grau.
 
Serviço
Tempo de despertar (Awakenings), 1990, Drama, 120 min., Direção: Penny Marshal Elenco: John Heard, Julie Kavner, Robert DeNiro, Robin Willians, Ruth Nelson.
*Confira mais artigos sobre profissões na seção Carreiras