Home > Carreiras > Comunicação > Mídias sociais digitais: mundo de opções

Mídias sociais digitais: mundo de opções

De olho nesse mercado, diversas universidades oferecem cursos exclusivos

por Marcus Lopes

A internet é o segundo meio de comunicação mais utilizado pelos brasileiros, atrás apenas da televisão. É o que revela a Pesquisa Brasileira de Mídia 2014, elaborada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. Segundo os dados, 26% dos entrevistados se conectam todos os dias à internet. Grande parte deste público acessa diariamente as redes sociais e sites informativos.

De olho nesse mercado em expansão, as universidades oferecem cursos exclusivos de graduação em mídias digitais. A faculdade Belas Artes criou este ano o curso de Mídias Sociais Digitais, cujo objetivo vai muito além de formar mestres no Facebook. Com duração de dois anos, é destinado a pessoas que pretendem se aprimorar na área de comunicação digital.

“O especialista em mídias sociais digitais é capaz de gerenciar processos de comunicação em multiplataformas, direcionando conteúdos para construção de reputação online e imersão em oportunidades no âmbito da economia criativa”, explica a coordenadora do curso da Belas Artes, Maria Carolina Garcia.

Repertório estruturado
É importante diferenciar um usuário normal de mídias sociais de um profissional na área. “Diferente de um curioso no assunto, o profissional de mídias sociais digitais possui repertório estruturado em bases teóricas multidisciplinares, capazes de prover a visão necessária nos campos de atuação”, destaca a professora.

Segundo Maria Carolina, que é jornalista com mestrado em Semiótica pela PUC-SP, os profissionais podem atuar nas seguintes áreas:

  • Produção de conteúdo para mídias sociais digitais, tanto em agências especializadas como no segmento corporativo (marketing de marcas);
  • Curadoria de conteúdo para mídias sociais digitais (especialmente para e-commerce);
  • Styling e direção de arte para mídias sociais digitais (para marketing digital em multiplataformas);
  • Monitoramento e métricas de resultados;
  • Construção de imagem e reputação online;
  • Monitoramento de influenciadores digitais;
  • Empreendedorismo em mídias sociais digitais (blogging, crowdsourcing, crowdfunding);
  • Análise de comportamento de consumo online;
  • Digital coolhunting;
  • Concepção de aplicativos, fashion films e webseries.

De acordo com a coordenadora, será cada vez mais comum o surgimento de novas profissões a partir do avanço da tecnologia. Ela cita algumas áreas em expansão e com boas perspectivas de atuação no futuro:

  • Pesquisa e produção de conteúdo para multiplataformas;
  • Coordenação de equipes de criação em multiplataformas;
  • Elaboração de imagem de marca em ambientes digitais;
  • Análise e metrificação de resultados em mídias sociais digitais;
  • Conceituação de projetos em mídias sociais digitais;
  • Gestão de projetos em mídias sociais digitais.

Banda larga
“Considerando o crescimento da mobilidade urbana, mais e mais pessoas buscarão facilidades que permitam maior qualidade de vida no seu dia-a-dia com o uso do smartphone e da internet de banda larga. Seja chamando um táxi pelo celular ou fazendo um curso de idiomas com o auxílio de um professor nativo via Whatsapp”, afirma Maria Carolina.

*Confira mais reportagens que podem te ajudar a escolher uma carreira no Guia VAGAS  de Profissões!