Home > Acontece > Acontece no Mercado > Linguagem corporal pesa muito na entrevista de emprego

Linguagem corporal pesa muito na entrevista de emprego

Um aperto de mão fraco ou a falta de contato visual podem fazer você perder pontos

O modo como você se expressa durante o processo de seleção – ou seja, a sua linguagem corporal – pode ter mais influência sobre o empregador do que o que você está tentando dizer. É isso que sugere um estudo realizado pela empresa de recrutamento Robert Half, que ouviu 300 gestores seniores de empresas dos Estados Unidos.

De acordo com o levantamento, 30% dos candidatos costumam expressar sinais corporais negativos na hora da entrevista de emprego. Entre os que mais chamam a atenção dos empregadores estão o contato visual e as expressões faciais.

Se você nunca prestou atenção nisso, confira estas cinco dicas de especialistas da própria Robert Half para não perder mais pontos à toa.

Como ganhar pontos com sua linguagem corporal na entrevista

Aperto de mão

Seu aperto de mão deve ser firme – obviamente não o bastante para machucar o interlocutor. Além disso, é importante que ele dure apenas os segundos necessários para um cumprimento. Não tente prolongar esse momento porque isso pode gerar algum tipo de constrangimento.

Postura ao sentar

Sutilmente, veja a postura e a linguagem corporal do entrevistador para ter uma referência sobre como se posicionar. Sente-se de forma alinhada e incline-se levemente para frente. Isso demonstra engajamento e confiança.

Sorriso

Tente expressar um sorriso sutil e verdadeiro para demonstrar cordialidade e entusiasmo. Uma dica é simular uma entrevista de brincadeira com um amigo para descobrir se você, sem perceber, não está com uma expressão corporal negativa.

Olhar

Mantenha um contato visual regular com o seu interlocutor durante a conversa. Isso não significa olhar fixamente para ele. Você pode – e deve, claro – olhar para outros lugares às vezes, mas é importante encontrar o meio termo ideal para não perder esse contato e nem parecer agressivo, encarando o interlocutor o tempo inteiro.

Braços, mãos e pernas

Durante a conversa é importante manter braços descruzados e mãos sobre a mesa para parecer mais aberto e receptivo. Você pode usar as mãos para se expressar, mas deve tomar cuidado para que os gestos não roubem toda a atenção. Resista também à tentação de descontar seu nervosismo mexendo as pernas, os dedos ou a caneta.

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.